Pesquisar

Navegação

A Secretaria Municipal da Agricultura, através da CATI e do Instituto de Economia Agrícola (IEA), está realizando a atualização cadastral do Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária (LUPA). O LUPA é um instrumento que permitirá conhecer mais de perto a realidade da produção agropecuária local, permitindo planejar medidas de apoio aos produtores. O prazo é até julho deste ano.

De acordo com o assessor da Secretaria da Agricultura Mário Sérgio Palhares Denipotte com essa terceira edição do LUPA, Morro Agudo terá um quadro atualizado da agropecuária, com informações gerais das Unidades de Produção Agropecuária; o uso e a ocupação do solo; um cadastro básico sobre os produtores, com informações socioeconômicas; sobre a propriedade e as tecnologias associadas à cada exploração agropecuária; máquinas e equipamentos; benfeitorias e instalações; acesso a programas governamentais e ao crédito rural. “Essas informações vão possibilitar realizar ações direcionadas aos nossos produtores locais”, disse.

Morro Agudo possui atualmente 722 Unidades de Produção Agropecuária (UPA), tendo a maior parte delas entre 200 e 1000 hectares.

Por meio do LUPA é possível fazer um “raio x” dessas áreas, identificando as possibilidades inclusive de introdução de novas atividades agropecuárias, como alternativas para os produtores locais.