Pesquisar

Navegação

 

Com o slogan “Gentileza gera gentileza” o SOS de Morro Agudo, em parceria com a Secretaria da Cidadania e o Fundo Social de Solidariedade, realizou uma campanha de arrecadação de alimentos neste domingo (22) e “superou as expectativas”, de acordo com os organizadores. Foram mais de 4 toneladas arrecadas que encheram novamente as prateleiras da entidade, que estavam vazias até a semana passada.

O alimento mais doado foi macarrão, totalizando 943 quilos; seguido de arroz com 540 quilos e dos 248 quilos de feijão; além açúcar, óleo, farinha de trigo, café, leite e enlatados.

Os alimentos farão parte de cestas básicas para auxiliar famílias cadastradas no SOS e que enfrentam dificuldades financeiras no momento. De acordo com o presidente Roberto Teixeira, quem não contribuiu e quiser ajudar essas famílias podem levar sua doação até a sede da entidade na avenida São José.

 

 

Confira as fotos

 

“Aos que se julgam doentes oferecemos um tratamento; aos que não se julgam doentes, oportunidade de emprego; e aqueles que não tem familiares aqui, se desejarem voltar aos seus lares, um auxílio será dado”, disse o vice-prefeito

 

O prefeito Gilberto Barbeti, acompanhado do vice Vinícius Castro e equipes das Secretarias da Saúde, Cidadania e o CREAS - Centro Especializado de Assistência Social - deram início a mais uma força tarefa na manhã desta quinta-feira, dia 19, desta vez com o objetivo de resgatar vidas.

Começando pela pracinha ao lado da Rodoviária, onde se concentram pessoas que passam dias e noites – muitas vezes fazendo uso de bebidas alcoólicas e até drogas - a equipe fez orientações oferecendo assistência social e tratamento de desintoxicação tanto para alcoólicos quanto para usuários de drogas. Além disso, também foi oferecido trabalho através do RECOM (Programa de Renda Complementar) para viverem com mais dignidade. E para aqueles que moram em outra cidade e desejam voltar aos seus lares foi oferecido um auxílio para retornar. Aos que não aceitarem nenhuma dessas ajudas, foi solicitado que não fiquem mais nos locais públicos vivendo em condições precárias já que estão sendo oferecidos auxílios.

“Ver pessoas vivendo em condições desumanas não faz bem. Acaba se tornando um problema não só para eles, mas também para a sociedade e para o poder público. O nosso objetivo é resgatar vidas, engajando em projetos sociais para que não fiquem mais nessa situação de abandono”, disse o prefeito Barbeti.

De acordo com o médico e vice-prefeito Vinícius Castro os auxílios estão sendo oferecidos para mudar essa realidade. “Aos que se julgam doentes um tratamento e uma ressocialização, aos que não se julgam doentes oferecendo oportunidade de emprego; aqueles que não tem familiares aqui, se desejarem voltar aos seus lares, um auxílio será dado. E para os que não querem nenhuma das alternativas, fica uma solicitação para que não fiquem mais na rua”, explicou.

 

Convocada pelo prefeito Gilberto Barbeti, a Força Tarefa para limpeza de Morro Agudo começou na manhã de segunda-feira, dia 10, e está contando com os servidores públicos municipais e diversos munícipes voluntários que se dividiram em grupos e se espalharam em vários bairros da cidade com o intuito de deixa-la mais limpa.

Os serviços realizados são de corte de grama, varrição, poda de árvore e recolhimento de galhos; além disso incluem a limpeza do cemitério municipal e desentupimento de galerias.

Além dos servidores públicos, o próprio prefeito Barbeti, o vice Vinícius Castro, a primeira dama Poliana Barbeti e o vereador Juninho Serralheiro também participaram da operação.  O mutirão se estenderá ainda por toda a semana.

 

Confira as Fotos: Fotos da Força Tarefa

 

Secretária Daiana Stolarique faz balanço dos primeiros dias de administração na Saúde 
 
"Menos médicos, prateleiras desabastecidas de medicamentos, ambulâncias e transportes em péssimo estado de conservação", avaliou a Secretária sobre o que encontrou
 
Em um levantamento realizado, nessas primeiras semanas de administração, a secretária da Saúde Daiana Stolarique e sua nova equipe informaram que encontraram a área da saúde “abandonada”. “Menos médicos, prateleiras desabastecidas de medicamentos, ambulâncias e transportes em péssimo estado de conservação, sem nenhuma segurança para o paciente e o profissional e alguns prédios abandonados e quebrados. Infelizmente essa área tão importante para a cidade estava esquecida”, disse.
Ainda de acordo com a Secretária, as ambulâncias e demais veículos de transporte de pacientes foram encaminhados para manutenção e reparos urgente. “Temos que atender com qualidade e segurança os pacientes que precisam se deslocar até outras cidades para exames e especializações que ainda não temos em nossa cidade”, explicou.
Para Daiana, a nova Administração, com apoio dos funcionários públicos e os médicos que sempre se dedicaram ao trabalho apesar da falta de estrutura “corre contra o tempo para mudar essa realidade e atender com dignidade a população”. Já nos primeiros dias a médica pediatra Marta Cristina, que já trabalhou em Morro Agudo, foi contratada. E está em fase de conversação a contratação do médico ginecologista Danilo, que mostrou interesse em voltar a atender na cidade.
Pensando no bem-estar dos munícipes, foi colocado um técnico em enfermagem, experiente no serviço ambulatorial, que além de manter a organização e limpeza das ambulâncias, acompanha os resgates oferecendo atendimento pré-hospitalar. A Secretaria também iniciou o processo de licitação para compra de medicamentos e materiais para as Unidades de Saúde, que deve ser seguido conforme o estabelecido na Lei, respeitando os prazos.
“Contamos com a apoio de todos nesse momento de reconstrução da Saúde que é um dos nossos maiores desafios, juntos venceremos mais essa etapa que garantirá saúde com qualidade, segurança e humanização por muito tempo. Logo a população morroagudense será atendida com amor e respeito, lembrando que a saúde é um direito de cada um”, completou a secretária da Saúde Daiana Stolarique.